Terminal Multicargas (T-MULT) do empreendimento está em operação e movimenta bauxita, coque, carvão e carga de projetos 

 

O Porto do Açu, empreendimento desenvolvido e operado pela Prumo Logística, será um dos destaques da Intermodal South America 2017, que acontece de 4 a 6 de abril no Transamérica Expo Center, em São Paulo. A feira é o maior evento de logística e comércio exterior da América Latina.

 

No estande 5-124, os visitantes poderão conhecer detalhes do Complexo Portuário do Açu, o maior complexo porto-indústria do país, já em operação e que oferece uma solução única portuária e industrial para o Brasil. Por meio de ferramentas interativas e audiovisuais, os visitantes poderão navegar por todas as áreas do Complexo Industrial e acompanhar as operações realizadas atualmente nos terminais de minério de ferro, de petróleo e Multicargas (T-MULT).

 

Os visitantes também poderão conhecer detalhes das empresas que estão em operação no Complexo Portuário, como a BP Prumo (parceria da Prumo com a BP e que comercializa combustível marítimo), a Edison Chouest (que desenvolveu e opera a maior base de apoio offshore do mundo no empreendimento), as unidades da NOV e Technip FMC (que produzem tubos flexíveis para a indústria de óleo e gás) e InterMoor (que presta serviços de ancoragem).

 

Outro diferencial do Complexo Portuário do Açu é o desenvolvimento de uma Zona de Processamento de Exportação (ZPE), uma área de livre comércio, destinada à instalação de empresas com 80% de sua produção voltada para a exportação. Instalada na retroárea do porto, entre as indústrias que podem ser beneficiadas com a instalação da ZPE, estão a de beneficiamento de rochas ornamentais e de café.

 

Operacional desde outubro de 2014, atualmente cerca de 4 mil pessoas trabalham no Complexo Portuário do Açu. Cerca de R$ 12 bilhões já foram investidos pela Prumo e empresas que operam no local.

Multicarg

 

O Terminal Multicargas (T-MULT) do empreendimento, em operação desde junho de 2016, já movimenta bauxita, coque, carvão siderúrgico, carga de projetos e carga geral. Além disso, o terminal tem autorização para operar qualquer tipo de granéis sólidos e líquidos, contêineres e veículos. Representando uma nova alternativa de escoamento para o Sudeste brasileiro, o T-MULT conta com 160 mil m² de área alfandegada.

 

O terminal conta com 14,5 metros de profundidade, 500 metros de cais e mais de 200 mil metros quadrados de área total. A capacidade anual de movimentação de granéis sólidos e carga geral é de aproximadamente 4 milhões de toneladas nesta primeira fase.

Entre os equipamentos disponíveis no terminal estão dois guindastes MHCs Terex/Gottwald 4406B, que possuem um alcance de lança de 46 metros cada e capacidade de içamento de carga de até 100 toneladas.