Após os Estados Unidos lançarem dezenas de mísseis na Síria nesta quinta-feira (6), o preço do petróleo e do ouro dispararam logo no início desta sexta-feira (7), atingindo o valor mais alto das últimas quatro semanas.

O valor do petróleo Brent subiu de US$ 54,88 para US$ 55,57 por barril, a maior tarifa desde o dia 8 de março. Em nova York, o aumento foi de 1,7%.

Com o bombardeio na Síria, a reação nos mercados globais foi imediata. Em relação ao ouro, o lingote para entrega imediata subiu mais de 1% para US$1.263 a onça. O metal acumulava ganhos de quase 10% no ano no início da madrugada desta sexta-feira.

A Síria é um dos principais produtores de petróleo do mundo. Na estação de energia hidrelétrica, onde há jazidas petrolíferas, cerca de 20 mil toneladas de petróleo são produzidas diariamente.



Fonte: Redação/Agência Brasil/Ansa